Aquaplastic

Saber como extrair o máximo da plantação é fundamental para que seu trabalho tenha o melhor dos resultados possíveis. É por isso que a adoção de boas práticas agronômicas se vê importante para todos os agricultores e pecuaristas.

Diversos conhecimentos são necessários para ter uma boa colheita e um desses conhecimentos acaba sendo a irrigação.

Por isso que o pessoal da Aqua Plastic criou um material muito legal sobre irrigação. Veja o que é a irrigação e os tipos mais utilizados no setor agro. Boa leitura!

Definição de irrigação

A irrigação é uma prática agronômica que permite a simulação de chuva, fornecendo assim a necessidade hídrica adequada ao produto agrícola ali produzido, possibilitando a produção agrícola em locais onde existe baixo índice pluviométrico anual, porém possui reservação hídrica (barregens ou lençóis freáticos)

A utilização de vários equipamentos e técnicas para suprir a demanda de água pela planta é o cerne da irrigação.

Os objetivos da irrigação são:

  • Reduzir perdas de produtos;
  • Maximizar a produtividade;
  • Ajudar na aplicação de insumos;
  • Diminuir os efeitos da seca e estiagem.

Desde a antiguidade se pratica a irrigação, porém, os sistemas de irrigação estão cada vez mais tecnológicos e eficazes para conseguir a menor perda possível de agua e o menor consumo energético possível durante a irrigação. Veja a seguir alguns dos mais comuns.

Irrigação Localizada

A irrigação localizada, como o próprio nome indica, é utilizada quando a se irriga em pontos específicos ou em uma pequena área demarcada. Seus principais métodos são por gotejamento ou micro aspersão.

A irrigação por gotejamento é uma técnica que consiste em lançar a água diretamente no solo (assim possibilita menor perda de água por deriva e evaporação) por meio de gotejadores feitos nos tubos, com isso temos uma alta eficiência e baixa perda de água.

É um sistema de irrigação versátil, existindo a possibilidade de usar uma cinta ou tubo de gotejamento (que vai ser determinado pelo tipo de cultura, manejo agrícola e também pela geografia do terreno).

Com a escassez de água em diversos lugares, essa solução acabou se tornando a mais viável para agricultores ao longo de vários anos nessas regiões, pois, a vazão dos gotejadores é baixa e com baixo consumo energético.

A quantidade de água utilizada depende da cultura e do tipo de solo para evitar desperdício.

Já o sistema de irrigação por micro aspersão utiliza pequenos emissores que lançam gotas de água maiores que do gotejamento, porém menores que da irrigação convencional, em uma área localizada (geralmente na base da plantação). 

O sistema geralmente funciona com asas giratórias, de cabeça para cima ou ponta cabeça. A microaspersão é caracterizada por ter lançamento de médias vazões, contínuo de água com pressão baixa.

Essa técnica também é muito utilizada no mundo agrícola, principalmente com culturas que demandam uma quantidade de água maior em seu processo produtivo.

Irrigação por Pivô Central

Outro tipo de irrigação muito utilizado na agricultura no geral. A irrigação por pivô central é usada quando o objetivo é cobrir áreas maiores de plantação, porém com pouca declividade.

Esse sistema funciona a partir de um encanamento em linha lateral que fica suspenso por torres de sustentação com rodas e os motores giram em torno do centro da plantação, por isso pivô central.

Esse instrumento fornece a água simulando uma chuva com gotas pequenas. Enquanto o encanamento lateral se desloca, a água é despejada na cultura, assim a irrigando.

Esperamos que o conteúdo tenha te ajudado!

A Aqua Plastic está aqui para ajudar você, agricultor, com o melhor em tubulações para que suas colheitas sejam mais produtivas e sustentáveis.

Acesse o link e confira mais informações sobre irrigação e suas aplicações. Obrigado pela leitura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.